TIME

ATLANTICA COFFEE

Quem somos?

A história da Atlântica passa pela qualidade dos grãos e relacionamento entre as pessoas do café.

Somos uma empresa do Grupo Montesanto Tavares, orgulhosamente mineira. Nascemos em 2000 para oferecer ao mercado, nacional e internacional, o melhor café arábica em grão verde cru.

Há 20 anos no mercado, a Atlântica desenvolveu padrões de café com o sabor e a aroma inigualáveis do Brasil, pensando nos mais variados países de atuação, levando os sentidos em uma viagem de sabor autêntica.

A Atlantica Coffee é consolidada pela ética, excelência no café arábica em grão verde cru, agilidade no serviço prestado e inovação constante. Tudo isso alinhado a uma relação próxima e de confiança com nossos produtores, também membros da família Atlantica Coffee.

Saiba mais sobre os nossos diferenciais em https://www.atlanticacoffee.com/sou-cliente/

fresh-flavor
fresh-flavor
fresh-flavor
fresh-flavor
fresh-flavor

O que fazemos?

A Atlantica Coffee exporta grãos verdes/crus de café arábica nas linhas “Superior” e “Comercial”, como fine cups, very good cups, good cups e Rio Minas.

Muito além de comercializar grãos de café arábica, nós levamos à todos os continentes, mais de 40 países, a tradição e qualidade do café brasileiro.

De onde vem o nosso café?

Nossos cafés são originados de cafeicultores brasileiros produzidos em diversas regiões do Brasil, como Matas de Minas, Sul de Minas, Cerrado, Mogiana e Bahia.

Qual café exportamos?

A Atlantica Coffee exporta cafés da espécie Coffea arabica L. Os grãos de café arábica apresentam o maior potencial de qualidade entre as outras espécies do gênero Coffea, aroma intenso e amplo leque de sabores.

Fornecemos os melhores grãos verdes de café arábica conforme a preferência de nossos parceiros e de seus mercados, como lavado e semi-lavado, natural, fine cups, very good cups, good cups e Rio Minas.

Para onde exportamos?

A Atlântica exporta grãos de café verde do Brasil para mais de 40 países e em 2019 comercializou cerca de 1,6 milhão de sacas de café, que serão consumidas no exterior e no mercado doméstico.

Confira alguns destinos das exportações da Atlantica Coffee:

Albânia, Emirados Árabes, Argentina, Austrália, Bélgica, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Chile, China, Colômbia, Croácia, Chipre, República Dominicana, Egito, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Indonésia, Israel, Itália, Japão, Jordânia , Coréia, Líbano, Líbia, Lituânia, Malásia, Montenegro, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Rússia, Arábia Saudita, Cingapura, Eslovênia, Espanha, Suécia, Taiwan, Holanda, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos da América.

Onde estamos localizados?

Nossos escritórios estão estrategicamente localizados nos maiores centros de comércio de café de Minas Gerais:

Varginha, Manhuaçu, Alto Jequitibá e Caparaó.

Além de nossos escritórios, possuímos nosso armazém próprios localizados na cidade de Caparaó.

Qual a quantidade mínima para exportação?

A quantidade mínima para vendermos para exportação é de 19,175 toneladas.

Container de 20 pés

Sacaria de Juta: 325 sacas de café de 59 Kg cada com um total de 19.175 Kg;

Alpha bags: 20 alpha bags, equivalentes a 333,33 sacas de 60 kg, totalizando 20.000 Kg.

Bulk liner: 360 sacas de 60 kg a granel, totalizando 21.600 Kg – 325 a 330 se grinders.

Container de 40 pés

448 sacas de café de 59 Kg cada com um total de 26.432 Kg;

Quais as embalagens disponíveis para embarque em container?

Alpha bags:

Embalagens de polipropileno que atende os critérios internacionais para exportação e armazenamento de café a granel com capacidade para 1000 Kg de grãos de café verde.

Sacaria de juta:

Natural e sustentável, atende os critérios internacionais com acondicionamento de 59 Kg de grãos de café por saca.

Liner de barreira umidade:

Sacos de revestimento produzidos com resinas especiais colocados dentro da sacaria de juta para maior proteção contra troca de a umidade durante o transporte e armazenagem, garantindo maior preservação da qualidade dos grãos de  café cru/verde.

Bulk liner: Revestimento de containers para carregamento de grãos de café verde/cru à granel.

Quais são os portos de embarque e INCOTERMS disponíveis ?

FOB Santos ou Rio de Janeiro, CIF, CFR, DAP e Exworks;

Quais são os documentos padrão emitidos pela Atlantica Coffee?

Fatura Comercial, Conhecimento de Embarque, Certificado de Origem, Certificado de Qualidade, Certificado de Saúde, Romaneio de Carga e Certificado de Peso.

Outros documentos exigidos devem ser informados no momento da cotação.

Como é a marcação das sacarias?

Todas as exportações em sacaria deverão conter a logomarca e nome da Atlantica na frente da sacaria. O verso da sacaria é livre para marcação especial conforme a escolha do cliente desde que acordada no momento da negociação. Embalagens a granel como Alpha bags e bulk liner não são marcadas, portanto não contêm a logomarca da Atlantica Coffee.

 

Como solicitar amostras e cotações?

Os preços variam de acordo com o Contrato “C” da bolsa de mercadorias ICE NY. Se deseja receber uma cotação e/ou amostra de café, nos encaminhe as seguintes informações:

Seu nome:
Empresa:
Quantidade:
Qualidade:
Peneira:
Termos de embarque:
Porto de destino:
Mês de embarque:

Cidades

do Café

Nossos Cafés

Manhuaçu

A palavra Manhuaçu, de origem indígena, que dizer rio (Manã) grande (Açu). O nome demonstra que, desde os tempos mais antigos, a região é reconhecida por suas riquezas naturais. Hoje, o café está entre os grandes destaques da cidade.

Prova disso é ver, na entrada do município, um dos mais importantes símbolos manhuaçuenses: a estátua do cafeicultor. A obra, do artista plástico João Rosendo, reconhece a figura do produtor rural, valorizando a agricultura, setor que impulsiona a economia local.

A Atlantica Coffee está presente no município. O escritório está localizado na Avenida Centenário, 551, bairro Bom Pastor.

Varginha

Há pouco mais de duas décadas, a cidade de Varginha ficou internacionalmente conhecida pela suposta aparição de um ser extraterrestre. Se é mito ou verdade a existência de ETs e a presença deles em Minas Gerais, não cabe a nós concluir. Podemos afirmar, porém, que a cidade do ET é, também, uma das mais importantes da região cafeeira.

Desde o século XX, Varginha é reconhecida como polo na produção do café. Mesmo não estando à frente no volume de lavoura, a região é uma das maiores praças de comercialização dos grãos.

A Atlantica Coffee está presente no município. O escritório está localizado na Alameda do Café, 85, bairro Vila Veronica.

Nossos Cafés
Nossos Cafés

Alto Jequitibá

Cercada por paisagens exuberantes está a cidade de Alto Jequitibá. O município é reconhecido por seu imenso patrimônio histórico, com destaque para estação ferroviária, túneis e igrejas, presbiteriana e católica. As belezas naturais da região ficam por conta das reservas de Mata Atlântica e da Cachoeira das Andorinhas.

A relação entre Alto Jequitibá e a cultura cafeeira é sólida. Ainda no século XIX, com a chegada da família Sanglard, foram iniciadas as primeiras lavouras. De lá para cá, toda a região tornou-se polo do cultivo.

A Atlantica Coffee está presente no município. O escritório está localizado na rua Capitão Heriger, 500, no Centro.

Caparaó

Apenas 54 anos de emancipação (30 de dezembro de 1962) e mais de dois séculos de história. Assim é Caparaó. O município, que abraça parte do Parque Nacional do Caparaó, é marcado por paisagens de tirar o fôlego, como o Pico da Bandeira e o Pico do Cristal.

Apesar da recente fundação, a cidade é conhecida, desde 1848, pela fertilidade de seu solo. Dentre as principais culturas mantidas no município, destaca-se o café. Outra riqueza natural são os minerais encontrados na cidade, como feldspato, caulim e mica.

A Atlantica Coffee está presente no município. O escritório está localizado na avenida Américo Vespúcio de Carvalho, 178, no Centro.

Nossos Cafés
client
client
client
client
client
client
client
client
client
client
client
client
client
client

ATLANTICA

PELO MUNDO

O que nossos parceiros

andam dizendo

“A Atlantica não compra apenas pelo melhor preço que o produtor oferece. Compra pela qualidade que do grão e praticando um preço justo com o comprador”

Adalto Reis, produtor, Minas Gerais.

“A Atlantica vende qualidade. Eu não compro apenas café, compro a tradição atrás de uma produção extremamente apreciada pelos meus clientes”

S. K, comprador, Turquia.

Formulário

para o produtor

Clique aqui

Formulário

para o cliente

Clique aqui

SUSTENTABILIDADE



O Brasil é líder mundial de produção e exportação de café. Além da busca pelo aumento da produtividade, é crescente o esforço dos produtores para a produção de cafés de qualidade e a satisfação dos critérios ambientais, sociais e econômicos do mundo todo.

Através das certificações, os cafeicultores se adequam às boas práticas agrícolas, ambientais, sociais, de segurança alimentar e permitem a rastreabilidade dos grãos.

A Atlantica Coffee está junto nessa caminhada, através dos grupos de certificação que trazem muitas vantagens ao cafeicultor que se adequa para as certificações, caminhando juntos para um objetivo em comum.

Trabalhamos com certificados e programas como:

UTZ
Rainforest Alliance
C.A.F.E Practices – Starbucks
4C
Certifica Minas

X

A Rainforest Alliance é uma organização não governamental que trabalha para conservar a biodiversidade e garantir meios de vida sustentável, influenciando nas práticas de uso da terra, nas comerciais e no consumo.

Essa organização confere um certificado ou selo de garantia, que identifica o produto como produzido com responsabilidade.

Para isso, foi desenvolvido um sistema de Certificação de Cadeia de Custódia (CoC) que estabelece critérios para as auditorias nas empresas que adquirirem produtos de fazendas certificadas pela Rainfores Alliance

A CoC consiste no processo de rastreamento de um produto desde sua origem numa fazenda certificada até o consumidor final, passando por todos os estágios intermediários de fabricação, transporte, comercialização e armazenagem, garantindo que a declarações de sustentabilidade sejam comprovadas.

Os serviços de auditoria e certificação da Rainforest Alliance são gerenciados e implementados dentro de sua unidade de negócios RA-Cert, uma certificadora autorizada que realiza auditorias nos Padrões de Agricultura Sustentáveis ​​da Rainforest Alliance.

Sendo assim, as fazendas e empresas certificadas passam a usar o selo do sapo verde Rainforest Alliance Certified.

X

A Associação Brasileira de Cafés Especiais – BSCA, em inglês – Brazilian Specialty Coffee Association é uma certificação que tem como principal função difundir e estimular o aprimoramento técnico na produção, comercialização e industrialização dos Cafés Especiais.

A ideia é elevar os padrões brasileiros de excelência, oferecidos aos mercados interno e externo.

O órgão entende por Cafés Especiais os grãos isentos de impurezas e defeitos, com atributos sensoriais diferenciados. Eles incluem a bebida ser limpa e doce, com corpo e acidez equilibrados.

Além dessas qualidades, os Cafés Especiais devem ter rastreabilidade certificada e respeitar critérios de sustentabilidade ambiental, econômica e social em todas as etapas de sua produção.

A BSC é a única instituição brasileira a certificar lotes que podem ser monitorados por meio de selos de controle de qualidade de Cafés Especiais.

Em 1998, em parceria com a Alliance for Coffee Excellence (ACE), a BSC criou o Concurso de Qualidade Cafés do Brasil – Cup of Excellence. Esse concurso possibilita os produtores a vender seus cafés, via leilão pela internet, a preços mais bem valorizados em relação aos dos mercados convencionais.

X

A certificação UTZ (UTZ Certified) é um selo que atesta a agricultura sustentável, presente em aproximadamente 10 mil pacotes de produtos diferentes em mais de 116 países.

Essa certificação garante aos consumidores a preocupação com a sustentabilidade de toda cadeia envolvida em levar o produto à sua mesa.

Para obter a certificação, todos os fornecedores da UTZ devem seguir seu Código de Conduta.

Nesse documento, são oferececidas orientações especializadas sobre melhores métodos de cultivo, condições de trabalho e cuidados com a natureza.

A partir de 2014, a UTZ Certified tornou-se o maior programa de cultivo sustentável de café e cacau no mundo. Esse programa abrange certificação de café, cacau, chá e avelãs.

X

O Certifica Minas tem como principal objetivo ampliar a inserção competitiva da produção agropecuária mineira em relação aos mercados nacionais e internacionais.

Seu foco é superar as restrições relacionadas à preservação de plantas e animais, também conhecidas como normas zoofitossanitária.

O órgão atua na rede de desenvolvimento rural, com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), como responsável pelo Programa.

Essa certificação identifica nas propriedades produtoras de café a necessidade de manutenção e melhoria efetiva da qualidade, de modo a valorizar os cafés mineiros, visando novos mercados, geração de empregos, aprimoramento no atendimento, manejo adequado do solo, entre outras exigências.

X

A certificação 4C consiste não só na aplicação dos altos padrões do café, mas também sobre as condições econômicas, sociais e ambientais condizentes na produção e processamento desses grãos, estabelecendo assim cadeias de fornecimento sustentáveis mais seguras e confiáveis.

O café é considerado compatível com 4C quando produzido de acordo com o Código de Conduta desse sistema de certificação para café sustentável, que estabelece um conjunto de práticas e princípios básicos de sustentabilidade para o cultivo dos grãos verdes.

A conformidade pode ser demonstrada pelo Sistema de Certificação e dos Certificados 4C, que são posteriormente emitidas. Os cafés 4C são produzidos em 28 países por mais de 500.000 agricultores.

www.4C-services.org

Siga-nos no Instagram

@atlanticacoffeebrasil