Relatório Semanal – Mercado de café no Brasil – 16 a 20 nov 2020 | Atlantica
Ordem Mínima
+55 31 98258-7114 Av. Princesa do Sul, 1885 | B. Rezende, Varginha, MG, Brasil | CEP: 37062-447

Relatório Semanal – Mercado de café no Brasil – 16 a 20 nov 2020

por nov 20, 2020Relatório de mercado0 Comentários

KCNY e BRL/USD
Nesta semana foram registradas altas em KCNY e H1 oscilou entre 112.80 e 124.40. O real segue recuperando frente ao dólar e operou entre a mínima de 5.2735 e máxima de 5.4581. Nesta sexta feira, a moeda fechou em 5.3880.

COVID-19
Cientistas e autoridades de saúde apontam que a segunda onda de Covid-19 no Brasil já pode ter chegado. Há forte tendência em alta de mortes pela doença, foram registradas 644 mortes nas últimas 24h ( variação de +54% em comparação à média de 14 dias atrás), totalizando mais de 168k óbitos e 5.98M de casos desde o início da pandemia. Não há lockdowns no país.

As primeiras 120 mil doses da vacina chinesa Coronavac chegaram ao Brasil na manhã da última quinta feira sob forte esquema de segurança. Apesar das boas novas, a vacina chinesa no Brasil extrapolou o campo da saúde e protagoniza o centro de disputas políticas-ideológicas.

A vacina está na terceira e última fase de testes e há expectativa pelo estudo conclusivo para aprovação pela Anvisa até dezembro de 2020, quando o restante do lote de 6 milhões de doses chegará em solo brasileiro.

No mundo, a segunda onda da doença gera preocupações com a demanda de café com os novos lockdowns e medidas restritivas

LOGÍSTICA INTERNACIONAL NO BRASIL
A falta de espaço e de containers com os armadores seguem sendo grandes desafios para a equipe de logística nos embarques. A dificuldade na retirada de contêineres tem sido ainda maior para padrão alimento em DEPOT com a CMA CGM, uma vez que a mesma está com falta de unidades e dificuldades para autorização para vistoriar as unidades no momento da coleta.

TEMPO/CLIMA
As chuvas desta semana foram bem distribuídas nas principais regiões produtoras, entretanto o déficit hídrico que atingiu a maioria das lavouras nos últimos meses pode impactar negativamente a produtividade da safra 21/22.

Desde março deste ano, os índices pluviométricos estiveram muito abaixo das médias históricas e as temperaturas muito elevadas, que afetaram as plantas, em especial as lavouras novas com potencial produtivo para a safra seguinte.

Há previsão de chuva para as principais regiões produtoras entre 50 e 90mm até a segunda feira

MERCADO DOMÉSTICO E FOB
Os produtores, com boa parte da produção já comercializada e bem capitalizados, seguem pouco ávidos a vender a colheita. Muitos aguardam o desenvolvimento dos chumbinhos das floradas que ocorreram para estimarem com mais precisão a oferta da safra 21/22 e planejarem sua comercialização.

As altas na bolsa favoreceram diferenciais mais competitivos para a safra 20/21 que aqueceram a demanda e realização de vendas para a exportação nesta semana.

Vamos continuar acreditando e investindo na cultura do café!

Fiquem bem,
Equipe Atlantica Coffee

Abrir WhatsApp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Como podemos ajudar?