Relatório Semanal Mercado de café no Brasil – 18 a 22 outubro de 2021 | Atlantica
Ordem Mínima
+55 35 3222 0495 Av. Princesa do Sul, 1885 | B. Rezende, Varginha, MG, Brasil | CEP: 37062-447
  1. Início
  2. /
  3. Relatório de mercado
  4. /
  5. Relatório Semanal Mercado de...
  1. Início
  2. /
  3. Relatório de mercado
  4. /
  5. Relatório Semanal Mercado de...
  1. Início
  2. /
  3. Relatório de mercado
  4. /
  5. Relatório Semanal Mercado de...

Relatório Semanal Mercado de café no Brasil – 18 a 22 outubro de 2021

por out 22, 2021Relatório de mercado9 Comentários

Siga e ouça no spotify! Novos episódios aos sábados pela manhã.

KCNY e câmbio
O mercado de arábica operou a semana entre 198,40 a 208,65 USC/lb, com as expressivas chuvas de outubro no Brasil ajudando a pressionar os preços no mercado.

  • Apesar da pressão climática nos níveis, os vendedores no interno continuam firmes nos preços e aguardando novas altas. Do lado dos importadores, os preços mais caros de café, os elevados custos de frete e as dificuldades logísticas provocam adiamento das novas compras da origem, mantendo o mercado travado;
  • Os custos dos insumos estão muito altos e a crise energética na China acende alerta sobre ruptura no mercado global de fertilizantes;
  • O real despencou em relação ao dólar e a moeda norte-americana flertou com os R$ 5,70 após o ministro da economia Paulo Guedes falar na quarta-feira (20) em possível licença (waiver) para um gasto de R$30 bilhões, que extrapola o teto de gastos, para viabilizar o Auxílio Brasil. O auxílio de R$ 400 para famílias de baixa renda é muito importante, mas o mercado financeiro reagiu negativamente, pois o descumprimento do teto de gastos gera insegurança fiscal com o maior descontrole das contas públicas, tendo impacto direto na dívida do país, na inflação e nos juros.

Dezembro/21: Min: 198,40 | Max: 208,65 | Último: 199,50
BRL/USD: Mín: 5,4568| Máx: 5,5743 | Último: 5,7338
*Dados até a finalização deste relatório


CLIMA E SAFRA

  • Outubro muito chuvoso, com volumes acima das médias históricas em áreas de café do Sul de Minas, Cerrado e Zona da Mata. As chuvas do mês são muito positivas para o café, mas é importante que tenham regularidade e distribuição para suprir todo o déficit hídrico dos últimos meses;
  • Na Zona da Mata, o acumulado de chuvas do mês está estimado em cerca de 300 mm e foram registradas chuvas constantes nesta semana. Houve uma florada abundante, mas devemos aguardar pra ver a real taxa de fixação dos chumbinhos e transformação em frutos. Mas as expectativas são boas pra safra 2022 da região. Temos observado que os produtores já estão preparando o solo pra realizar os plantios;
  • De acordo com a Somar Meteorologia, há previsão de retorno de chuvas intensas a partir de sábado sobre o centro e sul do Brasil, começando pelo Paraná e Alta Paulista. No domingo, alcançará a Mogiana, sul de Minas Gerais, Cerrado e Zona da Mata. Também há previsão de chuva forte sobre o sul da Bahia nos próximos dias, indicando aproximadamente 120mm na região de Barra do Choça até segunda feira;
  • Segundo a NOAA, entre 22 e 30 de outubro estão previstos acumulados entre 80mm e 90mm no Sudeste do Brasil, 70mm a 90mm no Centro-Oeste, 20mm e 25mm no Sul do Brasil, podendo chegar a 80mm no noroeste do Paraná. Entre 30 de outubro e 7 de novembro as chuvas podem ser ainda mais volumosas.

MERCADO DOMÉSTICO e FOB

  • Os preços entre compra e venda estão distantes, mas alguns negócios pontuais ocorreram para cobertura dos importadores no curto prazo;
  • Bica corrida tipo 6/7 entre R$1220 a 1300. Os preços de good e fine estão muito próximos;
  • As ofertas de Rio Minas no mercado interno continuam muito curtas, com preço de comprador e vendedor distantes. Preço de comprador para o bica corrida entre R$1.150 e 1.180 a saca de 59kg, mas pedidas na casa de R$1200 e com pouca oferta;
  • A falta de contêineres continua atrasando a saída de café dos armazéns de várias regiões, que em geral apresentam estoques elevados;
  • No Leste de Minas Varginha o volume de café e maquinação está dentro da normalidade, caminhando para início de redução gradativa;
  • Alguns armazéns da Zona da Mata mineira (Matas de Minas ®️) estão com fluxo de entrada de café bica corrida e maquinações abaixo do normal agora, mas os estoques de café pronto estão elevados e congestionados com a falta de contêineres para escoamento. As ofertas na região estão menores e mais caras nesta safra, então tem sido difícil comprar café ultimamente, o que impacta a entrada nos armazéns;
  • No FOB exportação houve muito interesse em cafés certificados, graúdo, miúdo e grinders de cafés Fine Cups e Good Cups;
  • As demandas FOB exportação de Rio continuam aquecidas, mas os diferenciais caros próximos aos de grupo 1 dificultam os negócios, além das questões de frete e logística. Novos clientes de Rio começam a acessar a origem buscando compensar negócios escassos com seus fornecedores tradicionais.

LOGÍSTICA

As dificuldades na logística marítima estão afetando todos os setores no mundo inteiro. A demanda global está muito acima da capacidade dos portos e transportadores e chegou num ponto de colapso e disrupção da logística. O levantamento do Grupo Montesanto Tavares divulgado em 21/10, aponta que os problemas logísticos estão gerando atrasos na ordem de 10% do volume anual de café exportado pelo Brasil.

  • Muitos portos no destino estão congestionados, como a costa oeste dos EUA, Itália e Reino Unido. Além de estarem operando acima de sua capacidade operacional, faltam trabalhadores nos portos e motoristas de caminhões para retirada de contêineres;
  • Com a aproximação do período de natal, o tráfego internacional de mercadorias em outubro e novembro fica muito aquecido para atender a elevada demanda sazonal. Algumas companhias marítimas estão adotando a omissão de portos pra tentar acelerar o fluxo das mercadorias;
  • Em um cenário de recursos escassos para os embarques no mundo todo, a concorrência é acirrada e os fretes mais caros acabam sendo priorizados. O café é uma mercadoria pesada e de frete mais barato, o que o torna menos competitivo em relação às outras cargas;
  • No Brasil, a falta de espaço nos navios é crítica, há muitos atrasos de navio, omissões, falta de janela pra depósito no terminal de embarque. Os poucos bookings confirmados são para navios de final de novembro, início de dezembro ou início de janeiro! Cargas já estão sendo roladas pra navios de dezembro.

Srs. Importadores, pedimos a gentileza de anteciparem URGENTEMENTE todas as Shipping Instructions dos contratos a serem embarcados até dezembro/21!


COVID-19 NO BRASIL
Pessoas que receberam a primeira dose: +152.645.709 (71,56% da população)
Pessoas totalmente vacinadas: +108.129.955 (50,69% da população)
Casos: + 21.696 milhões
Mortes:  604.764 mil 

Vamos continuar acreditando e investindo na cultura do café!

Equipe Atlantica Coffee


ALERTA DE FRAUDE
Fraudadores criaram contas nos domínios atlanticacoffeee.com (com 3 letras “e”) e atlanticacoffees (coffees no plural) e nos prefixos usando os nomes dos nossos colaboradores imitando inclusive nossas assinaturas. Estão cotando café, emitindo faturas com dados de pagamento alterados, na maioria para bancos em Hong Kong. Por favor, fiquem atentos aos remetentes das mensagens e sempre questionem instruções de alteração de dados bancários! Nosso único domínio de e-mail oficial é: atlanticacoffee.com

9 Comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.