Relatório Semanal – Mercado de café no Brasil – 26 a 30 out 2020 - Atlantica

(35) 3222-0495   |    (31) 98258-7114   |   Seg-Sex 08h às 18h   |   Av. Princesa do Sul, 1885 – Jardim Andere, Varginha – MG, 37062-180

KCNY e BRL/USD
KCZ0 oscilou entre 102.95 e 108.20, uma semana marcada por baixas técnicas. BRL/USD operou entre a mínima de 5.6086 e máxima de 5.7920, números muito relacionados à macroeconomia.

O novo surto de Covid-19 no mundo preocupa o mercado em relação ao consumo de café fora de casa e a recuperação das economias. O nervosismo do mercado com a proximidade das eleições nos EUA e a busca dos investidores por segurança deram suporte às novas altas do dólar. Uma intervenção do Banco Central com um leilão de 787 milhões de dólares no spot ajudou a corrigir as quedas do real. O Copom manteve a taxa SELIC a 2%, a menor taxa básica de juros da história brasileira. O mercado segue acompanhando a evolução das chuvas no Brasil.

COVID-19
Os casos de Covid-19 no Brasil apresentam tendência de estabilidade nas mortes pela doença, com média móvel nos últimos 7 dias de 439 óbitos (-13%). Ao todo são 5.49 milhões casos registrados, mais de 159 mil vidas perdidas e 4.95 milhões de pacientes recuperados desde o início da pandemia no país. O Brasil está na 4ª posição do ranking mundial de mais mortos por milhão de habitantes (751 mortos por milhão).

LOGÍSTICA INTERNACIONAL NO BRASIL
A redução nas importações durante a pandemia e a alta do dólar seguem impactanto a logística internacional de exportação nos portos brasileiros. A falta de contêineres e grande dificuldade de espaços em navios para a maioria das rotas e armadores se agravam e devem ser estendidas para os próximos meses.

Uma importante estratégia para mitigar parte dessas dificuldades tem sido atuar com antecedência nos bookings, ação em que é primordial a ajuda dos clientes no envio antecipado das Shipping Instructions e que se certifiquem com o armador no momento do fechamento do contrato de frete se há unidades garantidas.

MERCADO INTERNO E EXTERNO
Mercado um pouco mais ativo do que nas semanas anteriores, mas ainda poucos negócios. Os cafeicultores estão bem capitalizados e seguem pouco dispostos a vender café nos níveis atuais. A dificuldade de espaço nos armazens continua sendo um gargalo para novos negócios.

TEMPO E CLIMA
No último fim de semana foram registrados bons volumes de chuva nas principais regiões produtoras. Apesar de ainda da aquém do ideal para suprir as necessidades do conjunto planta, solo e florada, as chuvas trouxeram mais otimismo em relação à próxima safra e ao pegamento das floradas. Há previsão de chuvas para esta sexta feira e todo o final de semana nas principais regiões produtoras.

Vamos continuar acreditando e investindo na cultura do café!

Fiquem bem,
Equipe Atlantica Coffee