Café 100% Arábica Região das Matas de Minas | Como se consolidou

(35) 3222-0495   |    (31) 98258-7114   |   Seg-Sex 08h às 18h   |   Av. Princesa do Sul, 1885 – Jardim Andere, Varginha – MG, 37062-180

A Região das Matas de Minas, grande produtora de café arábica é marcada pela predominância de produtores familiares, onde a agricultura é vista como algo transformador e capaz de trazer grandes melhorias para uma região. 

 

Embora há muitos anos atrás a região fosse conhecida como Zona da Mata e produtora de qualidade riada e rio, hoje a região vive uma realidade bem diferente e promissora.  Graças a implementação de processos pós colheita adaptados à região úmida, atualmente as Matas de Minas tem liderado os principais concursos de qualidade de café do Brasil e do mundo.

 

A criação de concursos de qualidade de café criados na região, foi um importante passo para tamanha evolução, apoiado pela EMATER/MG (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais), que fica na cidade de Manhuaçu.

 

A história da produção de Café 100% Arábica nesta região aconteceu depois de um trabalho intenso de diversas entidades para ajudar a população local a se profissionalizar e melhorar as técnicas de cultivo e preparação do café.  Tudo começou com a criação do Concurso de Qualidade do Café das Matas de Minas Gerais, promovido pela entidade, que através de muita dedicação e aprendizado, conseguiu consolidar e tornar-se um dos melhores cafés brasileiros do mundo.

 

Mas não parou por aí, a Região de Matas de Minas ficou conhecida ainda em ser uma das primeiras a focar na produção de café arábica de maneira socialmente justa e ambientalmente correta.

 

Para isso, reuniram um conjunto de fatores essenciais que contribuíssem para a máxima qualidade do café, tais como: incidência de luz, colheita seletiva de grãos maduros, o uso de água tratada na lavagem e no descascador de cereja, o bom manejo da secagem em terreiro e o descanso do café em pergaminho.

 

Ao colocá-los todos em práticas, garantiram a produção de bebidas uma alta qualidade com nuances de aroma e sabores ricos. 

 

Hoje, os cafeicultores da região das Matas de Minas estão entre os finalistas dos principais concursos de cafés especiais e exportam para países como Japão, Europa e Estados Unidos. Dentre as cidades produtoras da região estão Manhuaçu, Ervália, Caparaó, Caratinga, Alto Jequitibá, Alto Caparaó, Araponga e Viçosa.  São cultivadas diferentes variedades de café 100% arábica na Região das Matas de Minas, entre eles estão o Catuaí e Mundo Novo. Sua produção corresponde cerca de 12% da produção brasileira e 22% da produção mineira.

 

A região de Matas de Minas: mundialmente conhecida pela produção de cafés especiais

 

A região conta com 36 mil produtores e uma área de 269 mil hectares, produzindo em média cerca de 6,1 milhões de sacas no total. Composta por 63 municípios, está situada em uma área da Mata Atlântica no leste do Estado de Minas Gerais. 

 

Caracterizada por uma produção de café arábica artesanal, a agricultura familiar e colheita manual são características que predominam, resultando no impacto econômico e social. Além disso, a região é conhecida por ser pioneira na qualidade artesanal, que se refere ao trabalho manual em conjunto com técnicas desenvolvidas pelos produtores, garantindo assim grãos de café verde de alta qualidade. 

 

As lavouras de café situadas na Região das Matas de Minas de cafés 100% arábica são cultivadas em áreas montanhosas e irregulares, com altitudes a partir de 600 metros. O clima ameno com o auxílio de tecnologias de pós colheita para os processos artesanais resultam em cafés de excelente qualidade unida a uma diversidade de sabores e nuances.

 

A região é ainda regulamentada pelo Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas, uma organização sem fins lucrativos, de caráter representativo, científico, educacional e cultural. Ela é formada por membros e parcerias voltadas ao desenvolvimento de cafeicultores que compõem a região toda.

 

Atributos e Características do Café 100% Arábica da Região das Matas de Minas

 

As principais características dos cafés arábica de bebida fina cultivados na região são: corpo médio a encorpado, acidez média, doçura alta, com aroma achocolatado e sabor cítrico. Ainda, a região da Zona da Mata/Matas de Minas, é importante produtora de café natural de bebida Rio que apresenta um sabor marcante e faz parte da cultura e tradição em muitos países, especialmente no Leste Europeu, Argentina e Oriente Médio.

 

Tudo isso graças a localização da região das Matas de Minas, onde o clima tropical é bem próximo ao paralelo limite da Zona Intertropical, tornando-se comum a ocorrência de ampla variação entre as temperaturas média máxima e média mínima ao longo do ano.  Devido ao seu relevo acidentado, essa região também apresenta ampla variação da temperatura do ar ao longo do dia, principalmente na estação do inverno, devido à passagem das massas de ar polares sobre a região.