Relatório de Mercado de café no Brasil

(35) 3222-0495   |    (31) 98258-7114   |   Seg-Sex 08h às 18h   |   Av. Princesa do Sul, 1885 – Jardim Andere, Varginha – MG, 37062-180

Estimados Parceiros,

 

Ao longo desta semana, os contratos de arábica em NY seguiram em movimento de queda frente às possibilidades de uma segunda onda da pandemia e diminuição no ritmo de reabertura que trazem preocupação com a demanda de café.

 

A previsão de uma boa safra 20/21 no Brasil tem sido favorecida pelo bom clima, o que também pressiona os preços para baixo, afinal somos o principal país produtor de café no mundo.

 

Para as próximas duas semanas, as condições podem mudar com a chegada de massas de ar polar no Sul e Sudeste do Brasil que traz previsão de chuva e queda nas temperaturas para as principais regiões cafeeiras, mas sem alertas de geada. Entretanto, as chuvas são um ponto de atenção para a qualidade.

 

O real ganhou forças com a aprovação pelo senado do marco legal do saneamento básico no Brasil, o que contribui para a atratividade do país para o capital estrangeiro, ao mesmo tempo que o dólar sobressaiu com as notícias internacionais, em especial as do EUA.

 

Os movimentos do câmbio, mantiveram os negócios de café no mercado interno ativos. Recebemos amostras de cafés com peneira alta, boa qualidade e bom aspecto, e porcentagem de catação em torno de 30%.

 

Em um período de tantas incertezas econômicas como a atual pandemia, os contratos futuros se mostram ainda mais estratégicos não apenas para os exportadores e importadores, mas também bastante atrativos para os cafeicultores brasileiros no mercado a termo, que neste momento têm aproveitado para antecipar as entregas com o avanço da colheita.

 

Estamos com algumas dificuldades para garantir espaço nos navios para os próximos meses. Para alguns destinos não é mais possível fazer bookings de embarques para o mês de julho com alguns armadores. Neste cenário, o envio das Shipping Instructions com antecedência é essencial para garantir os embarques.

 

Houve um aumento importante de disseminação do novo coronavírus pelo interior do Brasil e cidades cafeeiras, uma situação preocupante em razão da menor capacidade de seus serviços de saúde.

 

Pensando em auxiliar a população de algumas comunidades cafeeiras em que atuamos, a Atlantica Coffee distribuiu gratuitamente 5000 máscaras reutilizáveis para as cidades de Caparaó e Alto Jequitibá.

 

As máscaras foram confeccionadas por costureiras locais, contratadas pela empresa, contribuindo assim para a geração de renda para a população da região. Mais de 20 colaboradores foram responsáveis pela entrega das máscaras nos dias 13 e 21 de junho de 2020.

 

Vamos continuar acreditando e investindo na cultura do café para que possamos seguir em frente!
Fiquem bem!

Equipe Atlantica Coffee