Varginha – A Cidade do Café Verde Arábica Brasileiro

(35) 3222-0495   |    (31) 98258-7114   |   Seg-Sex 08h às 18h   |   Av. Princesa do Sul, 1885 – Jardim Andere, Varginha – MG, 37062-180

O café verde brasileiro é conhecido mundialmente por estar no topo dos rankings quando o assunto é produção, qualidade e exportação de cafés. O estado de Minas Gerais é responsável por grande parte desse mérito, com várias cidades em que o café brasileiro é representado com grande estilo e quantidade exportada. Entre essas cidades está Varginha, que em 2019 assumiu a liderança em exportação de café verde arábica. Entenda mais!

De uma coisa o Brasil pode se orgulhar: possuir o título de maior produtor e exportador mundial de café verde Arábica. O país ocupa essa posição há cerca de 150 anos e o estado de Minas Gerais é responsável por mais da metade de toda essa produção.

Atualmente, Minas Gerais é o segundo estado mais populoso da união, ocupa hoje o posto de maior produtor do café brasileiro. São 853 cidades no estado, 15,5% do total das cidades do país. Dentre elas, quatro regiões são bastante prósperas para o cultivo do café verde:

-Sul de Minas (Guaxupé, Varginha,  Alfenas e outras);

-Matas de Minas (Espera Feliz, Manhuaçu, etc);

-Cerrado Mineiro (Carmo de Paranaíba, Pato de Minas, Patrocínio, etc);

-Chapada de Minas (Capelinha, Angelândia, etc);

Hoje, essas cidades ocupam essas posições não apenas pela quantidade produzida, mas pela qualidade do grão, de acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais, a FAEMG.

A Cidade de Varginha

Dentre as muitas cidades mineiras que se destacam quando o assunto é o café brasileiro, uma que se pode citar é Varginha. Um município localizado na região sul de Minas Gerais, localizado às margens do lago Furnas e ao mesmo tempo equidistante de três capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Em 2007, Varginha foi eleita pela revista Veja como a 7ª melhor cidade brasileira para se viver e investir. Ficou internacionalmente conhecida em 1996, pela suposta aparição de criaturas alienígenas, o qual ficou conhecido o “ET de Varginha”.

A cidade de Varginha é uma das principais praças de comércio de café brasileiro, com exportações para o mundo todo. A região do Sul de Minas, na qual se insere, é referência na grande produção e importante origem dos cafés de qualidade, fazendo o comércio do grão com diversos países.

Desde o século XX, Varginha é reconhecida como polo de comercialização do café. Mesmo não estando à frente no volume de lavoura, a região é uma das maiores praças de comercialização dos grãos.

Por que Varginha- MG é a cidade do café?

A região sul de Minas Gerais é a maior produtora do café brasileiro, sendo a cidade de Três Pontas líder de produção da região, porém é em Varginha que se encontra o maior polo de comercialização do produto. 

Em 2010, a cidade de Varginha foi a terceira maior exportadora de Minas Gerais, graças ao café. A cidade reúne prestadores de serviços, armazéns, corretoras e as principais exportadoras do café brasileiro. Além de possuir uma unidade da Receita Federal e o Porto Seco, o que facilita que grande parte da produção de café seja escoada por ali para o mercado internacional.

Segundo a reportagem da TV Princesa, afiliada Rede Minas em Varginha Estação Aduaneira de Varginha, um dos maiores exportadores do estado, já enviou só neste ano para fora do país, 16 milhões de sacas e lidera o ranking de exportações, com U$ 461 milhões no período. 

A comercialização de café verde em Varginha influencia diretamente a vida de cerca de três milhões de pessoas na região do sul de Minas Gerais. Esse resultado se deve aos incentivos fiscais ofertados na cidade, proximidade aos portos do Rio de Janeiro e Santos, ao Porto Seco da cidade, que atraem os exportadores para a cidade de onde os cafés brasileiros encontram toda a infraestrutura e serviços necessários para saírem prontos para serem exportados.

A cultura do café verde em Varginha afeta positivamente várias camadas da população, pois faz girar a economia, que abastece o comércio e o poder de consumo, impactando na geração de renda daqueles que vivem da sua produção e comercialização. Toda essa influência e a geração de uma gama de negócios ligados com a cultura do café, tornou Varginha líder em exportação de café verde arábica em 2019, pois mobilizou todos os setores da sociedade varginhense. Todos, só têm a ganhar, com a valorização da cultura do café.

A Atlantica Coffee está de mudança!

O escritório administrativo da Atlantica Coffee, que hoje fica localizado na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, será transferido para Varginha. 

Com a mudança programada para o início de 2020, os setores de Trading, Logística, Contabilidade, Fiscal, Financeiro, Jurídico, Controladoria e Desenvolvimento Organizacional que hoje ficam em Belo Horizonte, se unirão à equipe de Varginha. A mudança trará maior eficiência nos processos de originação, armazenagem, logística e comercialização e poderemos assim, agregar maior valor na prestação de serviço aos nossos parceiros.

A cidade fica em um ponto estratégico, pois além de estar no coração do Sul de Minas, principal região produtora de café verde arábica do país, também está perto dos principais portos do Brasil, como Rio de Janeiro e Santos, otimizando o escoamento e impactando diretamente na maior competitividade dos nossos cafés.