Fazenda Primavera, Cup of Excellence 2019, Melhores Cafés do Mundo, geisha

(35) 3222-0495   |    (31) 98258-7114   |   Seg-Sex 08h às 18h   |   Av. Princesa do Sul, 1885 – Jardim Andere, Varginha – MG, 37062-180

O Cup of Excellence (COE) é o principal concurso do mundo que avalia a qualidade de cafés especiais. O café geisha da Fazenda Primavera, localizada no município de Angelândia de Minas Gerais, foi premiado em 2019 pelo segundo ano consecutivo no concurso.

Em 2018, a fazenda levou o título de campeã e o recorde de café mais caro do Brasil. Na edição deste ano, o café geisha subiu ao pódio novamente como vice-campeão do COE.

Estar no pódio por dois anos consecutivos no principal concurso de qualidade de café do mundo evidencia a consistência em qualidade da Fazenda Primavera.

Ser consistente é uma das coisas mais importantes para uma fazenda de cafés especiais que almeja ser reconhecida internacionalmente. É importante ter rastreabilidade em cada etapa e seguir um padrão de qualidade em todos os processos.

O clima ameno, a altitude e o relevo conferem características especiais ao café da fazenda Primavera. Mas é a consistência nos processos de pós-colheita e secagem, rigor na qualidade e gestão das pessoas que fazem da Primavera uma excelente fazenda, com cafés de alto padrão e sabores inigualáveis.

A seguir, conheça mais sobre o Cup of Excellence e a participação do Grupo Montesanto Tavares, grupo ao qual a Atlantica Coffee e Fazenda Primavera fazem parte.

Fazenda Primavera vice-campeã do Cup of Excellence 2019!

Campeão e vice campeão do Cup of Excellence 2019, o produtor André Aguila, da fazenda Pai e Filho, em Ibiraci – MG e Leonardo Tavares, produtor da fazenda Primavera, em Angelandia – MG, também CEO da GMT Farms.

A Fazenda Primavera do produtor Leonardo Tavares, está no pódio do COE mais uma vez. O café Geisha Natural Anaeróbico garantiu o segundo lugar entre os melhores cafés do Brasil, que alcançou 92,15 pontos na edição do Cup of Excellence 2019.

Levamos para o concurso todo resultado vindo da intensificação de cuidados que o Grupo Montesanto Tavares tem com as lavouras, focando os processos para a qualidade, produzindo cafés únicos, consistentes e excepcionais.

Leonardo Montesanto Tavares, diretor das fazendas GMT Farms, agradeceu com as seguintes palavras: “Esse prêmio mostra que o trabalho vale a pena, que a dedicação e consistência são importantes e que somos profissionais no que fazemos. Muito além do financeiro, o mais importante é poder mostrar para o mundo que o Norte de Minas Gerais também produz café de excelência. Esse prêmio é para todos da Fazenda Primavera”.

Pela primeira vez, em 2019, o Cup of Excellence passou por uma mudança notável, passando a aceitar a recepção de amostras de cafés naturais e cerejas descascados/despolpados em categoria única, refinando a busca por grãos produzidos com excelência no Brasil. 

Ficamos em segundo no maior concurso de qualidade de cafés especiais do Brasil. Não repetimos a vitória de 2018 , mas estamos muito felizes, pois estamos sendo destacados como fazenda modelo na produção mundial de cafés de qualidade. Parabéns a toda equipe da Fazenda Primavera – Angelândia -MG”, comenta Ricardo Tavares, pai de Leonardo e diretor do Grupo Montesanto Tavares (GMT).

O café mais caro da história campeão do Cup of Excellence 2018 é produzido na Fazenda Primavera

No ano de 2018, o café da variedade geisha da Primavera Farm, fazenda da holding GMT Farms, levou o prêmio de campeão do Cup of Excellence 2018 e o recorde histórico de café mais caro do mundo. A premiação aconteceu na cidade mineira de Guaxupé, na categoria “Pulped Natural”. 

Os grãos de café “geisha” da Primavera, alcançaram 93,89 pontos no Cup of Excellence 2018, quando ganhou o concurso pela primeira vez. Segundo coluna da revista Forbes, os apreciadores se referem à bebida como “ouro negro”, colocando assim a Fazenda Primavera com o título de produzir um dos melhores Cafés do Mundo.

“Grãos como esse de alta pontuação estão mostrando para o mundo a verdadeira qualidade do café brasileiro. Nosso trabalho é esse: destacar nossa propriedade quando o assunto é café de qualidade”, complementa o produtor Leonardo Tavares.

O café geisha da Fazenda Primavera conquistou um recorde de preço e se tornou o café mais caro do mundo quando uma saca de 60 quilos foi negociada por aproximadamente R$ 73 mil — ou seja, R$ 1.220,00 o quilo. Não é para menos: sua pontuação foi de 93,89 pontos avaliados pela SCA no COE 2018.

O café campeão do Cup of Excellence 2018 foi vendido em dois lotes no leilão online da COE, o primeiro por USD 18.915,66 / saca (R$ 72.967,19) para a Ally Coffee, dos Estados Unidos e Europa, e o segundo lote por USD 15.866,51/saca (R$ 61.282,23) para a Maruyama Coffee, rede de cafeterias do Japão, especializada em cafés de todo o mundo.

Geisha Primavera – Consistência em qualidade

Os grãos da variedade geisha são altamente complexos e saborosos. A principal característica do  Geisha Primavera é seu aroma floral, mas a doçura, a acidez e o corpo aveludado também dão personalidade à bebida. Na xícara, é possível  saborear jasmim, bergamota e frutas, tropicais e selvagens. 

O Geisha da Fazenda Primavera é cuidadosamente produzido com atenção aos mínimos detalhes. Desde a colheita seletiva, secagem em terreiro suspenso, até o armazenamento separado em microlotes, o café Geisha da Primavera é tratado de maneira especial.

A colheita é realizada manualmente pelas catadoras quando o fruto atinge a fase mais madura da cereja. O café é processado no método naturals e em seguida, colocado em tanques de fermentação e levado para terreiros suspensos, sem descanso. Após secagem por 20 dias, o café é armazenado em casca para descansar até a competição. 

A Fazenda Primavera

A Fazenda Primavera está localizada no município de Angelândia, Minas Gerais, região da Chapada de Minas de transição entre biomas, com características de terra e vegetação da Mata Atlântica e do Cerrado. As elevações da fazenda, entre 950 e 1050 metros acima do nível do mar, promovem o cultivo de café especial e o clima também oferece condições favoráveis ​​com temperaturas médias entre 20 e 24 ° C por ano e precipitação de 1.000 a 1.300 mm. 

A região da Chapada de Minas, onde está localizada a fazenda, é montanhosa e possui vegetação que mistura o Cerrado com a Mata Atlântica, conferindo biodiversidade exuberante e variada. Com alta umidade relativa, clima semelhante ao da América Central e solo argiloso, o clima na Fazenda Primavera alterna entre períodos secos e chuvas intensas. 

O café é cultivado em planaltos e colinas ondulantes e existem córregos e rios em toda a fazenda. Existem árvores de mogno plantadas juntamente com o café, resultando na produção de grãos cultivados na sombra, que amadurecem mais lentamente, conferindo uma bebida doce com características únicas. 

O café é colhido mecanicamente quando maduro e é processado em uma estação de qualidade com o máximo cuidado. A história da fazenda mostra sua capacidade de repetir padrões de qualidade ano após ano. Uma equipe bem estruturada e com anos de experiência contribui para esse resultado. 

Veja o vídeo da fazenda: https://www.youtube.com/watch?v=optyNkLYf8E

 Fazendas do Grupo Montesanto Tavares

O Grupo Montesanto Tavares iniciou na produção de café no ano de 2008 com o objetivo de levar ao mundo a riqueza de sabores e a diversidade do café brasileiro através da produção de cafés especiais, naturais e lavados, de modo sustentável e inovador.

A GMT Farms possui atualmente 4 fazendas localizadas nos estados de Minas Gerais e Bahia, totalizando mais de 9.000 hectares, com expectativa de expansão do cultivo a partir da aquisição de novas propriedades. As fazendas também investem no plantio de árvores de Mogno Africano e em seu consórcio com café arábica.

No estado de Minas Gerais, além da Fazenda Primavera em Angelândia, estão as fazendas Atlântica Agro na cidade de Pirapora e a fazenda Matilde na cidade de Capelinha. No estado da Bahia, está localizada a Fazenda Rio de Janeiro, a maior fazenda do grupo com 3.833 ha. 

Conheça as fazendas do Grupo Montesanto Tavares: https://www.youtube.com/watch?v=LXcTNObdY7k&t=92s

SUSTENTABILIDADE NA FAZENDA PRIMAVERA

Um dos títulos da fazenda Primavera que mais orgulho tivemos ao receber foi o de 3ª Fazenda Mais sustentável do Brasil, através do 3º Prêmio Fazenda Sustentável feito pela revista Globo Rural, reconhecidamente uma das mais conceituadas revistas do agronegócio brasileiro e que faz parte do Grupo Globo. Saiba mais em: https://www.youtube.com/watch?v=QAoBQDsN6QE&t=13s

O grupo Montesanto Tavares também é responsável por projetos sociais em todas as regiões produtoras de café onde atua. Existe um projeto social chamado “Café Solidário”, que atende crianças e idosos, oferecendo cursos de dança, teatro, moda e artes, além de fornecer apoio financeiro a um lar de idosos na região. 

Perto da fazenda Primavera, existe o projeto “Promovendo Vida e Saúde no Campo”, que abrange cerca de 100 famílias da região e os trabalhadores da fazenda e tem como principal objetivo prestar serviços médicos, realizando oficinas sobre nutrição, vacinação, controle de doenças, primeiro campanhas preventivas, saúde do idoso e da mulher, entre outros.

Saiba mais sobre o Projeto Café Solidário: https://www.youtube.com/watch?v=o4ow2S1PhY8&t=11s

O concurso Cup of Excellence (COE)

Sem dúvidas, este é um dos eventos de qualidade mais importantes para o Grupo Montesanto Tavares. Sendo o principal concurso de qualidade para café do mundo, o Cup of Excellence – Brasil é realizado no país pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

O COE é um concurso anual realizado em vários países para identificar os cafés que são produzidos na mais alta qualidade, e os cafés vencedores são leiloados online. As competições começaram em 1999 e até 2018, suas edições tiveram como palco os seguintes países: Brasil, Colômbia, Peru, El Salvador, Costa Rica, Nicaragua, Guatemala, Honduras, México, Burundi e Ruanda. 

Os cafés vencedores são selecionados e pontuados em provas às cegas. A fazenda vencedora e as informações específicas do lote de café são enviadas por cada produtor e não são conhecidas do público até a cerimônia de premiação.

Os finalistas do Cup of Excellence, após passarem pela fase Nacional e Internacional recebem o prêmio Cup of Excellence e são vendidos através de um leilão internacional online pelo maior lance. A Comissão Julgadora é formada por Júri Nacional e Internacional, sendo especialistas de comprovada reputação mundial, que decidem, em função do nível de qualidade dos lotes apresentados e da pontuação alcançada de média mínima 87 pontos acima, os vencedores que participarão do leilão Cup of Excellence.